Arquivo do mês: junho 2017

Sobrevida

Caminho pelo chão distraído por vezes tropeço e caio noutras detém-me uma flor. Alterno assim sorriso e dor. Ao papel não escapa o destino preenchido em tinta, sangue e amor. Leia-me nesses versos desarmado. Vida é árdua, exige fantasia. Quem … Continuar lendo

Imagem | Publicado em por | Deixe um comentário

Recanto

Essa casa na ladeira é mesmo encantada. Mal pus o feijão no fogo, cheirinho nem se espalhara, quando notei na janela imóvel no ar, atento beija-flor. Breve encontro sucedeu, seu olhar com o meu, então se foi, boca sedenta de … Continuar lendo

Imagem | Publicado em por | Deixe um comentário