Arquivo do mês: agosto 2016

Fugido na praça

A praça é outra. Cá estou no instante usual, fugido da fadigosa labuta, escrevo sobre o mesmo caderno. Me entrego ao constante banco e vivo róseo crepúsculo. Aqui persiste certo brilho encantado dos olhos. Seguem carros apressados, farfalham folhas à … Continuar lendo

Imagem | Publicado em por | Deixe um comentário