Arquivo do mês: julho 2015

Essencial

Hoje esse poema escreveu-se versando-se em normas __________________[e arabescos que fez-se na rede oscilando preguiçoso bocejou-se de novo. Traçou-se nos gorjeios alados do crepúsculo, tingiu-se em mel que da grama molhada exalou-se. Entendeu-se num sorriso __________________ [amigo compôs-se devagar chama … Continuar lendo

Imagem | Publicado em por | Deixe um comentário

Poema interno

Eu não sei como apagar esse corpo agonizante que por vez incendeia ardendo de fúria em mim Como não sentir o fardo da noite caindo inexorável nos ombros esmagando-me de pouco em pouco eu seu folheado de chumbo? Na respiração … Continuar lendo

Imagem | Publicado em por | Deixe um comentário

Sob a pele

Aquilo que era a paixão tormenta arrebatadora que me corroía o peito transformou-se em algo diferente No toque de carinho na alegria compartilhada nos sonhos intermináveis ali estava vivo um novo sentimento Surpreendido demorei mas compreendi em seus olhos no … Continuar lendo

Imagem | Publicado em por | Deixe um comentário

Caminhar

De doutos provérbios Distintos senhores É feita a sabedoria Mas realmente rica é a nossa faculdade de não saber O homem que sabe, já sabe o que desconhece, descobre e quando junto com alguém, transborda-lhe o amor Descobrir junto é … Continuar lendo

Imagem | Publicado em por | Deixe um comentário